O que sabes depois dos 40

O que aprendi com a idade foi, sobretudo, a ver a vida de uma outra perspetiva. Mas também a perceber que se há algo que queres muito fazer, deves arregaçar as mangas e lutar por isso.

Que o tempo passa rápido e que só te deves arrepender do que não fizeste, quando ainda estava ao teu alcance. Que nunca é tarde demais para começar. Que a aprendizagem é uma constante, nos bons e maus momentos. Que a única pessoa que podes mudar és tu. Que é bom ouvir e ter o apoio dos outros, mas que não te deves preocupar em demasia com o que pensam de ti. Afinal, é a tua vida e não a deles.

30 Lições que aprendi depois dos 40
  1. Aprender a ser grata pela vida e a agradecer o que tens, em vez de te focares no que não tens ou gostarias de ter
  2. Trabalhar para viver e não viver para trabalhar. Saber que há vida para além do trabalho
  3. Aos 20 anos, ainda estás a tentar descobrir quem és, qual é o teu papel no mundo e queres agradar os outros. Aos 40, já tens a experiência, o conhecimento e a confiança de quem aprendeu com os erros e sabe o que quer
  4. Evitas as pessoas tóxicas, que estão sempre a queixar-se, a culpar os outros, a criticar-te e não assumem a sua quota parte de responsabilidade. Sabes que não vale a pena perder tempo com elas
  5. A lei da gravidade aplica-se a todos os corpos e o metabolismo desacelera. Aceitar que o corpo mudou e que não és (nem nunca serás) perfeita
  6. Ter rugas, cabelos brancos e uns quilos a mais não é nenhum drama. Mas aceitar-se não é desleixar-se. Encontrar as melhores soluções para te valorizares, sem alimentar paranoias, obsessões ou frustrações, pode ser uma boa ajuda para a tua autoestima e confiança
  7. Não te deves ver nua ao espelho com uma luz fluorescente
  8. Beber muita água e adotar hábitos de vida mais saudáveis é fundamental. Dormir melhor, comer menos comida processada e reduzir as gorduras e o açúcar vai fazer maravilhas pelos teus níveis de energia e de colesterol
  9. Envelhecer é também aprender novas formas de dar e de receber, de saber ganhar e perder, de ser capaz de lidar com os outros (os que gostam de ti e os que não têm pudor em te rejeitar) e de aproveitar as oportunidades que a vida te dá
  10. Quando estás de cara lavada as pessoas perguntam-te se dormiste mal ou se estás doente. Sabes que a maquilhagem faz magia
  11. A lingerie modeladora faz parte do teu kit SOS e não dispensas um bom soutien
  12. Não tens a energia e o entusiasmo da juventude, mas tens a maturidade necessária para saber lidar com as situações
  13. A maior prioridade é manteres-te saudável e pagares as contas no final do mês, mais do que te preocupares com a aparência ou em ter o mais recente modelo de telemóvel, artigos de marca e seguires as tendências de moda
  14. O teu conceito de sábado à noite é ter um bom jantar e beber uma garrafa de vinho na companhia dos amigos, seguida de uma maratona na Netflix, durante o fim de semana
  15. Se o teu companheiro fica à espera do jantar ou das suas camisas passadas a ferro, perguntar-lhe se tem algum problema de força nos braços ou nos pulsos. Afinal, os maiores chefs do mundo são homens
  16. Para seres uma pessoa interessante tens de ser uma pessoa interessada
  17. Fumar é um vício idiota, que não te torna mais “cool” aos olhos dos outros
  18. Deixar de pensar no que os outros pensam de ti. O que interessa é o que queres e não o que os outros querem para ti, incluindo a tua mãe
  19. Quando uma pessoa ou emprego faz-te sentir miserável a maior parte do tempo, então está na altura de dizer adeus
  20. Se estás insatisfeita e gostavas de mudar de vida, não acredites quando te dizem que é tarde demais. Arregaça as mangas e trabalha, trabalha e trabalha. O talento é importante, mas a persistência e o esforço são fundamentais
  21. Não desistas antes de começar
  22. O tempo gasto a pensar se estás gorda, a contar calorias, preocupada em ter as melhores fotos no Instagram ou em como poderias ter feito as coisas de forma diferente, se pudesses voltar atrás, é um tempo que podes investir a aprender coisas novas. Estudar uma língua estrangeira, fazer um workshop, ver uma exposição de arte, ler um romance histórico ou criar um blog
  23. Pedir ajuda quando não sabes o que fazer. A maior fraqueza é pensares que não precisas de nada ou de ninguém e sofreres em silêncio
  24. Nem tudo o que brilha é ouro. O que procuras deve fazer-te sentir mais feliz e confiante
  25. Os amigos no Facebook ou no Instagram não são na realidade teus amigos. Perder menos tempo nas redes sociais para conviver com os teus verdadeiros amigos e família é mais gratificante. Um telefonema, um abraço, um beijo ou um jantar podem fazer mais por ti e pelos outros, do que postar frases feitas ou selfies para obter likes
  26. Em vez de ires às compras na hora de almoço, estar com uma amiga ou ler um livro pode fazer-te bem mais feliz e tornar o teu dia mais interessante
  27. Não acumular coisas, que não te fazem falta. Consumir de forma moderada e inteligente, bem como saber quando está na hora de abrir mão e dar o que tens a quem mais precisa é muito mais gratificante
  28. Se decides terminar uma relação, porque esta não te satisfaz, já tentaste vezes sem conta e acreditas que mereces melhor, tens de estar preparada para seguir em frente. A maior parte das tuas amigas provavelmente tem filhos e está casada, pelo que não tenhas receio de fazer atividades sozinha
  29. Esperar por um concerto sentada é um privilégio de que não abdicas. As costas agradecem e as pernas também
  30. Deves aproveitar os direitos que tens, conquistados por outras gerações, como a da tua avó e a da tua mãe. Vota, inscreve-te num curso, vai viver para outro país e não te sintas culpada se te colocares em primeiro plano
Gostariam de acrescentar mais algum ponto a esta lista?

Acompanhem-me também na página de Facebook Instagram

Rita Carvalho

Comentários sobre o post

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.