Olheiras: Os 6 erros mais frequentes

disfarçar olheiras

Saber disfarçar as olheiras é um dos meus grandes desafios. Eu tenho olheiras e manchas à volta dos olhos, por isso esta zona fica sempre mais escura. Aliás, este é um dos principais motivos, pelo qual eu não saio à rua sem maquilhagem. Nunca.

Se também tem este problema, que pode ser motivado por uma noite mal dormida ou por ter olheiras profundas, saiba que existem muitas soluções para tratar e esconder esta situação. Neste artigo já tinha abordado este tema e partilhado quais são os meus correctores de olheiras favoritos. E acreditem que já experimentei muitos produtos. Porém, muitas pessoas ainda desconhecem o que não devem fazer.

Os 6 erros mais frequentes para disfarçar as olheiras
1. Não aplicar um creme de olhos específico

A maquilhagem é importante para disfarçar as olheiras, mas é fundamental usar um creme de olhos, que hidrate a pele e atenue as olheiras e os papos. Além disso, deve aplicar sempre um creme primeiro, de forma a que seja mais fácil espalhar o corrector de olheiras e a pele não fique com um aspeto seco.

2. Não usar um corrector que neutralize as olheiras

Existem correctores de várias cores, que ajudam a disfarçar as imperfeições da pele. Deve aplicar este produto, antes da base ou do BB Cream, de forma a neutralizar a mancha originada pelas olheiras, e só depois colocar o corrector de olheiras adequado ao seu tom de pele. Os anti-olheiras em tons cor de laranja/salmão são ideais para esconder as olheiras azuladas, enquanto que os tons rosados ajudam a cobrir as olheiras castanhas.

3. Colocar corrector de olheiras sem uniformizar a pele do rosto

Se tem olheiras profundas, o mais provável é que necessite de uma boa cobertura nesta zona. Por isso, se não uniformizar o tom de pele vai notar-se muito a diferença de cor, dos olhos para o resto do rosto. Comece por cobrir as olheiras com um corretor de cor (laranja/salmão ou rosado), aplicando depois a base ou o BB Cream. Espalhe-a bem pelo rosto e só aplique o corrector de olheiras. Finalize com a aplicação do pó, de modo a fixar a maquilhagem ao longo do dia. Se a base for em pó, então o corrector deve ser usado antes.

4. Não escolher o tom mais adequado

O melhor será optar por um corrector de olheiras num tom mais claro, do que a sua base. Se tiver poucas olheiras um corrector no mesmo tom é suficiente, mas se estas forem muito escuras é necessário iluminar esta zona do rosto com um tom mais claro. Porém, tenha atenção para não escolher um corrector demasiado claro, de modo a evitar ficar com um aspeto artificial.

5. Usar fórmulas compactas 

O corrector em stick é perfeito para esconder imperfeições, como manchas e borbulhas. Aliás, se experimentar aplicar na zona das olheiras vai ficar satisfeita com a sua alta cobertura. E são muitos os maquilhadores profissionais que recorrem aos correctores compactos para a televisão e o cinema. O problema é que, ao longo do dia, o produto tende a acumular-se nas rídulas e rugas, formando pequenas linhas de maquilhagem, e fica com um aspeto seco. Prefira fórmulas mais líquidas, aplicando-as em finas camadas, já que proporciona um efeito mais natural.

6. Colocar muito corrector de olheiras

Este é um dos grandes desafios para quem tem olheiras profundas. Eu também tenho tendência para colocar muito produto, de forma a disfarçar as manchas à volta dos olhos. Por isso, tive de experimentar muitos correctores até encontrar aquele que proporcionava uma boa cobertura, iluminava a zona dos olhos e não formava as indesejáveis linhas. Aplique-o em finas camadas, com a ajuda dos dedos ou de um pincel específico. Muitas pessoas também não colocam o pó no final, o que vai fazer com que o produto desapareça ao longo do dia e fique com aquele aspeto “partido”.

Acharam as dicas úteis?

Acompanhem-me também na página de Facebook Instagram.

Rita Carvalho

Comentários sobre o post

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.